fbpx
logo_unicesumar_horizontal_original
Pesquisar
Close this search box.

Artigos Recentes

Alterosa – Betim

Saiba mais sobre a cidade de Pitangui: área, vegetação, cidades-fronteiras e um pouco sobre a história do município. Antes de mais nada você sabia que Pitangui é uma das cidades com um polo da Unicesumar? Isso mesmo! A cidade conta com a melhor EAD do Brasil. Com professores mestres e doutores, metodologia exclusiva, material didático online e físico gratuito, além de plataforma digital qualificada para ensino, a Unicesumar ainda assim conta com NOTA MÁXIMA pelo Ministério da Educação (MEC), sendo a melhor EAD do Brasil. São mais de 180 cursos de pós-graduação e graduação, assim, a Unicesumar tem reconhecimento internacional e polos em todos os estados do Brasil. Área de Pitangui: 569,636 km² Vegetação Dominante: Cerrado, Mata Atlântica Municípios limítrofes: Sul Conceição do Pará, Norte Pompeu e Papagaios, a Leste Onça de Pitangui e Maravilhas e a Oeste Pitangui de Martinho Campos e Leandro Ferreira. Sobre Pitangui: O processo de ocupação da região onde está situado Pitangui teve início do século XVII, por bandeirantes paulistas, através das Minas Gerais, principalmente atraídos pelo ouro.Antes de tudo, os primeiros ocupantes acamparam no Morro do Descoberto, onde o ouro se espalhava superficialmente na terra ‘a guisa de batatas’ – daí proveio o nome de Batatal ao morro, como hoje é conhecido. A fama da descoberta do ouro correu célere, atraindo, assim, levas de aventureiros. Estava iniciado o povoamento. Pelas encostas do morro e às margens dos cursos d’água ergueram-se as casas, crescendo rapidamente o povoado. Formou-se assim a Vila Nova do Infante das Minas do Pitangui, em 1715.Naquele ano, deu-se a revolta contra os tributos das ’36 arrobas de ouro’ e dos ‘quintos reais’. Homens armados pelos caminhos – daí o nome de Rio dos Guardas – impediram a chegada da justiça real. A pacificação só veio em 1718, tendo sido os revoltosos obrigados a refugiar-se para os lados de Goiás.A paróquia foi instituída canonicamente em 1724, sendo a padroeira N. S.ª do Pilar de Pitangui. Passados 140 anos da criação da Vila do Infante, elevou-se a localidade à cidade, em 1855. Por fim, em 1792 houve a descoberta de diamantes, em especial no Rio Abaeté; em 1798 foi a identificação de jazida de chumbo, tendo sido estabelecida uma fábrica para sua extração, denominada Minas de Galena; 1844: construção da Santa Casa da Misericórdia, concluída, então, em 1879 e até hoje em funcionamento. Fonte

Leia mais »

Juatuba

Saiba mais sobre a cidade de Pitangui: área, vegetação, cidades-fronteiras e um pouco sobre a história do município. Antes de mais nada você sabia que Pitangui é uma das cidades com um polo da Unicesumar? Isso mesmo! A cidade conta com a melhor EAD do Brasil. Com professores mestres e doutores, metodologia exclusiva, material didático online e físico gratuito, além de plataforma digital qualificada para ensino, a Unicesumar ainda assim conta com NOTA MÁXIMA pelo Ministério da Educação (MEC), sendo a melhor EAD do Brasil. São mais de 180 cursos de pós-graduação e graduação, assim, a Unicesumar tem reconhecimento internacional e polos em todos os estados do Brasil. Área de Pitangui: 569,636 km² Vegetação Dominante: Cerrado, Mata Atlântica Municípios limítrofes: Sul Conceição do Pará, Norte Pompeu e Papagaios, a Leste Onça de Pitangui e Maravilhas e a Oeste Pitangui de Martinho Campos e Leandro Ferreira. Sobre Pitangui: O processo de ocupação da região onde está situado Pitangui teve início do século XVII, por bandeirantes paulistas, através das Minas Gerais, principalmente atraídos pelo ouro.Antes de tudo, os primeiros ocupantes acamparam no Morro do Descoberto, onde o ouro se espalhava superficialmente na terra ‘a guisa de batatas’ – daí proveio o nome de Batatal ao morro, como hoje é conhecido. A fama da descoberta do ouro correu célere, atraindo, assim, levas de aventureiros. Estava iniciado o povoamento. Pelas encostas do morro e às margens dos cursos d’água ergueram-se as casas, crescendo rapidamente o povoado. Formou-se assim a Vila Nova do Infante das Minas do Pitangui, em 1715.Naquele ano, deu-se a revolta contra os tributos das ’36 arrobas de ouro’ e dos ‘quintos reais’. Homens armados pelos caminhos – daí o nome de Rio dos Guardas – impediram a chegada da justiça real. A pacificação só veio em 1718, tendo sido os revoltosos obrigados a refugiar-se para os lados de Goiás.A paróquia foi instituída canonicamente em 1724, sendo a padroeira N. S.ª do Pilar de Pitangui. Passados 140 anos da criação da Vila do Infante, elevou-se a localidade à cidade, em 1855. Por fim, em 1792 houve a descoberta de diamantes, em especial no Rio Abaeté; em 1798 foi a identificação de jazida de chumbo, tendo sido estabelecida uma fábrica para sua extração, denominada Minas de Galena; 1844: construção da Santa Casa da Misericórdia, concluída, então, em 1879 e até hoje em funcionamento. Fonte

Leia mais »

São Joaquim de Bicas

Saiba mais sobre a cidade de Pitangui: área, vegetação, cidades-fronteiras e um pouco sobre a história do município. Antes de mais nada você sabia que Pitangui é uma das cidades com um polo da Unicesumar? Isso mesmo! A cidade conta com a melhor EAD do Brasil. Com professores mestres e doutores, metodologia exclusiva, material didático online e físico gratuito, além de plataforma digital qualificada para ensino, a Unicesumar ainda assim conta com NOTA MÁXIMA pelo Ministério da Educação (MEC), sendo a melhor EAD do Brasil. São mais de 180 cursos de pós-graduação e graduação, assim, a Unicesumar tem reconhecimento internacional e polos em todos os estados do Brasil. Área de Pitangui: 569,636 km² Vegetação Dominante: Cerrado, Mata Atlântica Municípios limítrofes: Sul Conceição do Pará, Norte Pompeu e Papagaios, a Leste Onça de Pitangui e Maravilhas e a Oeste Pitangui de Martinho Campos e Leandro Ferreira. Sobre Pitangui: O processo de ocupação da região onde está situado Pitangui teve início do século XVII, por bandeirantes paulistas, através das Minas Gerais, principalmente atraídos pelo ouro.Antes de tudo, os primeiros ocupantes acamparam no Morro do Descoberto, onde o ouro se espalhava superficialmente na terra ‘a guisa de batatas’ – daí proveio o nome de Batatal ao morro, como hoje é conhecido. A fama da descoberta do ouro correu célere, atraindo, assim, levas de aventureiros. Estava iniciado o povoamento. Pelas encostas do morro e às margens dos cursos d’água ergueram-se as casas, crescendo rapidamente o povoado. Formou-se assim a Vila Nova do Infante das Minas do Pitangui, em 1715.Naquele ano, deu-se a revolta contra os tributos das ’36 arrobas de ouro’ e dos ‘quintos reais’. Homens armados pelos caminhos – daí o nome de Rio dos Guardas – impediram a chegada da justiça real. A pacificação só veio em 1718, tendo sido os revoltosos obrigados a refugiar-se para os lados de Goiás.A paróquia foi instituída canonicamente em 1724, sendo a padroeira N. S.ª do Pilar de Pitangui. Passados 140 anos da criação da Vila do Infante, elevou-se a localidade à cidade, em 1855. Por fim, em 1792 houve a descoberta de diamantes, em especial no Rio Abaeté; em 1798 foi a identificação de jazida de chumbo, tendo sido estabelecida uma fábrica para sua extração, denominada Minas de Galena; 1844: construção da Santa Casa da Misericórdia, concluída, então, em 1879 e até hoje em funcionamento. Fonte

Leia mais »

Claudio

Saiba mais sobre a cidade de Pitangui: área, vegetação, cidades-fronteiras e um pouco sobre a história do município. Antes de mais nada você sabia que Pitangui é uma das cidades com um polo da Unicesumar? Isso mesmo! A cidade conta com a melhor EAD do Brasil. Com professores mestres e doutores, metodologia exclusiva, material didático online e físico gratuito, além de plataforma digital qualificada para ensino, a Unicesumar ainda assim conta com NOTA MÁXIMA pelo Ministério da Educação (MEC), sendo a melhor EAD do Brasil. São mais de 180 cursos de pós-graduação e graduação, assim, a Unicesumar tem reconhecimento internacional e polos em todos os estados do Brasil. Área de Pitangui: 569,636 km² Vegetação Dominante: Cerrado, Mata Atlântica Municípios limítrofes: Sul Conceição do Pará, Norte Pompeu e Papagaios, a Leste Onça de Pitangui e Maravilhas e a Oeste Pitangui de Martinho Campos e Leandro Ferreira. Sobre Pitangui: O processo de ocupação da região onde está situado Pitangui teve início do século XVII, por bandeirantes paulistas, através das Minas Gerais, principalmente atraídos pelo ouro.Antes de tudo, os primeiros ocupantes acamparam no Morro do Descoberto, onde o ouro se espalhava superficialmente na terra ‘a guisa de batatas’ – daí proveio o nome de Batatal ao morro, como hoje é conhecido. A fama da descoberta do ouro correu célere, atraindo, assim, levas de aventureiros. Estava iniciado o povoamento. Pelas encostas do morro e às margens dos cursos d’água ergueram-se as casas, crescendo rapidamente o povoado. Formou-se assim a Vila Nova do Infante das Minas do Pitangui, em 1715.Naquele ano, deu-se a revolta contra os tributos das ’36 arrobas de ouro’ e dos ‘quintos reais’. Homens armados pelos caminhos – daí o nome de Rio dos Guardas – impediram a chegada da justiça real. A pacificação só veio em 1718, tendo sido os revoltosos obrigados a refugiar-se para os lados de Goiás.A paróquia foi instituída canonicamente em 1724, sendo a padroeira N. S.ª do Pilar de Pitangui. Passados 140 anos da criação da Vila do Infante, elevou-se a localidade à cidade, em 1855. Por fim, em 1792 houve a descoberta de diamantes, em especial no Rio Abaeté; em 1798 foi a identificação de jazida de chumbo, tendo sido estabelecida uma fábrica para sua extração, denominada Minas de Galena; 1844: construção da Santa Casa da Misericórdia, concluída, então, em 1879 e até hoje em funcionamento. Fonte

Leia mais »

Conheça 4 grandes nomes da arquitetura

Em primeiro lugar, é indispensável reconhecer o valor da arquitetura na história da sociedade. Diversos arquitetos, então, foram responsáveis por perpetuar a arte e inovar no meio. Assim, conheça um pouco sobre quatro grandes nomes da arquitetura. ROSA KLIASS A princípio, é impossível falar sobre os grandes nomes da arquitetura sem mencionar a estimável arquiteta brasileira, Rosa Kliass é referência no paisagismo. Rosa Kliass, hoje com 89 anos, foi (e ainda é) pioneira no aproveitamento de espaços e questões ambientais. Natural de São Paulo, Rosa graduou-se pela Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo (FAU-USP) desde 1955. Além disso, é reconhecida internacionalmente por seus trabalhos paisagistas. Fundadora da Associação Brasileira de Arquitetos Paisagistas (ABAP) em 1976, Kliass mantém a crença de que a arquitetura e o paisagismo (natureza) devem ser harmônicos e complementares. Assim, chegou a participar de reformas importantes como a da avenida paulista, trazendo os jardins de volta à área. Além disso, esse trabalho complementou a perspectiva urbana da avenida já trabalhada com Lina Bo Bardi (Museu de arte de São Paulo – MASP). “Você cria espaços reais, que vão crescer independente de você. Você não domina totalmente o espaço que você vai criar”– Rosa Kliass Suas diversas e notórias obras incluem o Parque do Forte (Macapá, AM), Mangal das Garças (Belém, PA), Parque da Juventude Dom Paulo Evaristo Arns (São Paulo, SP), e os canteiros do Vale do Anhangabaú (São Paulo, SP). BUCKMINSTER FULLER Richard Buckminster Fuller foi um escritor, professor, engenheiro, filósofo, designer e arquiteto norte-americano especializado em arquitetura e urbanismo. Fuller popularizou-se pela invenção do domo geodésico. Que é uma espécie de abóbada constituída por uma rede de polígonos, geralmente triângulos, que formam uma ou meia esfera. Por isso (e tanto mais), ele encaixa como luva entre os grandes nomes da arquitetura. Sua invenção foi pioneira por ser uma estrutura que não necessita de uma base e consegue se sustentar. Além disso, o domo geodésico pode ter diversos tamanhos sem maiores problemas. “É a relação entre a mente, que Bucky tanto falava, e a experiência que descobri ser a chave que abre sua obra e que também inspirou a minha.“– Allegra Fuller Snyder (filha de Buckminster Fuller fala sobre o pai) Buckminster é responsável, então, por obras e invenções como Dymaxion House (1927), Dome over Manhattan (1960) e Science World (1977). NORMAN FOSTER Um dos arquitetos ingleses mais famoso do mundo, inclusive um nobre entre os grandes nomes da arquitetura, Norman Foster (Barão Foster do Tâmisa), foi consagrado com o título de Sir, além de receber o prestigioso prêmio arquitetônico Pritzker (1999). A princípio, Foster formou na Faculdade de Arquitetura da Universidade de Manchester em 1961 após alguma experiência exercendo seu talento natural para desenho no escritório John Bearshaw. Assim, em 1962, fundou o escritório que viria a popularizar-se como “Team 4”, na Inglaterra (junto à Georgie Cheesman, Wendy Cheesman e Richard Rogers). Foi então que Foster começou a ser reconhecido como arquiteto high-tech, por suas intensas pesquisas buscando o que há de mais moderno para incrementar em seus projetos. Ele fazia isso para que, assim, seus projetos fossem construídos exatamente como imaginava. “Além das qualidades humanísticas e poéticas da luz natural, há também implicações energéticas.”– Sir Norman Foster sobre a luz natural na arquitetura Dentre suas obras, é possível citar, por exemplo, o 30 St Mary Axe, informalmente conhecido como Gherkin, inaugurado em 2004. Além disso, o Metrô de Bilbao na Espanha (1995), a Torre Caja Madrid (2009), e foi responsável pela renovação histórica do parlamento alemão Reichstag (1999). Jeanne Gang Você sabe quem foi a primeira mulher do mundo á arquitetar um arranha-céu? Jeanne Gang é uma arquiteta norte-americana formada pela Universidade de Illinois, em 1986. Já foi considerada pela Forbes como uma das 100 pessoas mais influentes do mundo, além disso, seus projetos são reconhecidos a nível internacional. A princípio, Jeanne trabalhou como arquiteta de projeto e designer principal no Rem Koolhaas‘s Office for Metropolitan Architecture, em Roterdã. Em seguida, no fim da década de 1990, decidiu abrir seu próprio escritório, o Studio Gang Architects. O escritório, inclusive, atualmente conta com filiais em Nova York, São Francisco e Paris, além da sede em Chicago. Responsável por projetar a popular Torre Aqua (inaugurado em 2010),também conhecida como o primeiro arranha-céu projetado por uma mulher, Jeanne acredita na arquitetura vertical como futuro das cidades devido à rápida crescente populacional. Além disso, diz acreditar na importância de integrar o meio-ambiente e a sociedade na arquitetura. “Sem sustentabilidade, não poderemos ter prosperidade nunca”, “Não importa o lugar, é urgente a necessidade de investirmos em infraestrutura verde.”– Jeanne Gang (para Casa Abril) O Studio Gang Architects é responsável por obras como o Blue Wall Center nos EUA (2010), Taipei Pop Music Center em Taiwan (2010), e o campus do Royal College of Art Battersea de Londres, Reino Unido (2016). Quer saber mais sobre a linha do tempo de arquitetura? Confira a continuação desta matéria aqui. Estude Arquitetura e Urbanismo na Unicesumar! Como funciona a graduação em Arquitetura e Urbanismo? Se você acha que arquitetura é pra você, saiba mais sobre como é a parte acadêmica prévia à profissão. A graduação em Arquitetura e Urbanismo possui duração de 5 anos, então consiste numa carga horária de 4.180 horas. Na grade de estudos, é possível encontrar tanto matérias de exatas quanto de humanas. Isso porque as partes teóricas e práticas se dividem entre artístico e cálculos. Pode-se esperar estudos sobre história e arte, assim como confecção de maquetes e desenho técnico. Modalidade Híbrida A princípio, os cursos da modalidade EAD com a metodologia híbrida integram o método convencional presencial. Ou seja, em sala de aula e com a interação de um tutor facilitador, e com o aprendizado on-line, que utiliza as tecnologias digitais para possibilitar o acesso ao conhecimento com o controle do tempo e ritmo por parte do estudante, mantendo o foco na personalização do aprendizado. Com professores mestres e doutores, metodologia exclusiva, material didático online e físico gratuito, além de plataforma digital qualificada

Leia mais »

O que você sabe sobre o ENEM?

De acordo com o site do governo, o Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) iniciou em 1998 como uma forma de ingresso em apenas duas universidades do Brasil. Além disso, também veio como um medidor de proficiência do ensino médio. Em 1998, então, 157.221 pessoas inscreveram-se e 115.575 realizaram a prova no dia 20 de agosto. Assim, a prova foi aplicada em 184 municípios brasileiros. Todavia, já em 1999, foram 93 instituições de ensino superior usando o Enem como forma de ingresso para alunos. A partir disso, houveram diversos avanços e adaptações relacionadas à metodologia, estrutura e acesso às provas do Enem, bem como as inscrições. Desde 2020, por exemplo, existe a opção de realizar o exame online desde que numa instituição pré-estabelecida como local de prova. Como funciona o Enem? A princípio, existem duas “categorias” de pessoas que podem realizar o Exame Nacional do Ensino Médio: qualquer pessoa que tenha concluído o ensino médio ou está concluindo. Assim, na primeira hipótese, é possível usar a prova como forma de ingresso no ensino superior. Já na segunda, como uma forma de “treino” para quando for realmente fazer a prova objetivando ingressar no ensino médio ou como autoavaliação, por exemplo. A prova do Enem é dividida em dois dias e totalizando em 180 questões que dividem-se pelas competências: linguagens, códigos e suas tecnologias; ciências humanas e suas tecnologias; ciências da natureza e suas tecnologias; e matemática e suas tecnologias. Além disso, claro, a redação. Esta, busca que o participante desenvolva um texto dissertativo-argumentativo a partir de uma situação-problema. Qual a função do Enem? O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), objetiva avaliar o desempenho escolar dos estudantes ao término da educação básica. Assim, funciona para que permitir o uso das notas do exame para acesso ao Sistema de Seleção Unificada (Sisu) e ao Programa Universidade para Todos (ProUni). Além disso, são mais de 50 instituições de educação superior portuguesas que possibilitam o uso da nota do Enem. No Brasil, ainda, os participantes do Enem podem pleitear financiamento estudantil em programas do governo, como o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies). Sobre a prova No primeiro dia de prova, avalia-se 90 questões relacionadas à: Linguagens, códigos e suas tecnologias e redação – Língua portuguesa, literatura, língua estrangeira (inglês ou espanhol), artes, educação física e tecnologias da informação e comunicação Ciências humanas e suas tecnologias – História, geografia, filosofia e sociologia Redação No segundo dia de prova, as 90 questões restantes das 180 totais, referindo-se à: Ciências da natureza e suas tecnologias – Química, física e biologia Matemática e suas tecnologias – Matemática Assim, todas as 180 questões são de múltipla escolha. Inclusive, com a divisão de 90 questões no primeiro dia e 90 questões no segundo, tais são compiladas e diferenciadas por cadernos de cores como azul, amarelo, rosa, branco e cinza, para cada participante. Você conhece a Unicesumar? Com professores mestres e doutores, metodologia exclusiva, material didático online e físico gratuito, além de plataforma digital qualificada para ensino, a Unicesumar ainda conta com NOTA MÁXIMA pelo Ministério da Educação (MEC), sendo a melhor EAD do Brasil. São mais de 180 cursos de pós-graduação e graduação, assim, a Unicesumar tem reconhecimento internacional e polos em todos os estados do Brasil. Quer saber mais? Converse com um de nossos especialistas em carreira!

Leia mais »

Gostaria de receber um desconto exclusivo?