fbpx

Conheça grandes arquitetos pioneiros

Conheça grandes arquitetos pioneiros

Sumário

Gostaria de receber um desconto exclusivo?

Preencha o formulário abaixo e garanta já sua bolsa de até 50%.

Antes de mais nada, é indispensável reconhecer o valor da arte para a sociedade. A Arquitetura, então, é uma vertente artística que pode ilustrar cidades e paisagens. Os arquitetos por trás de cada projeto têm uma grande carga de estudos e técnicas desenvolvidas ao longo dos anos, mas podemos destacar alguns que ajudaram a definir o caminho da arquitetura como uma profissão tão reconhecida e estimada. Separamos uma lista com os 5 arquitetos mais influentes do mundo.

1. LE CORBUSIER

Mais conhecido como Le Corbusier, pseudônimo assim adotado na França (Paris) em 1916, Charles-Edouard Jeanneret-Gris foi um grande arquiteto sueco que marcou o cenário da arquitetura moderna no século XX.

O arquiteto, todavia, também era pintor e escultor, e seus feitos foram primordiais para o modernismo. Sua obra “Villa Savoye”, inclusive, é usada como símbolo para os cinco pontos da arquitetura moderna criados por Le Corbusier.

“Você utiliza pedra, madeira e concreto, e com esses materiais constrói casas e palácios. Isso é construção. A engenhosidade está em ação.”

– Le Corbusier

Le Corbusier propôs a inovação no mercado usando concreto armado. Além disso, suas obras popularizaram-se pela praticidade, funcionalidade e conforto. O artista também se envolveu politicamente ao ser contratado para, por exemplo, planejamento urbano e afins.

Eglise Saint Pierre Firminy (Foto: Richard Weil/Flickr)
Villa Savoye (Foto: August Fischer/Flickr)

2. OSCAR NIEMEYER

Renomado arquiteto brasileiro com reconhecimento internacional, Oscar Niemeyer foi uma personalidade no mundo arquitetônico que transcendeu eras e afirmou, enfim, sua relevância ao longo das décadas.

O carioca engenheiro e arquiteto chegou a trabalhar com Le Corbusier em 1936, mas apenas como estagiário (durante a construção do Edifício Capanema). Apenas 20 anos depois, em 1956, Niemeyer foi convidado pelo então presidente, Juscelino Kubitschek, a planejar Brasília.

(Foto: Divino Advincula)

“O mais importante não é a arquitetura, mas a vida, os amigos e este mundo injusto que devemos modificar.”

– Oscar Niemeyer

Pioneiro na questão da forma livre na arquitetura, de acordo com especialistas, Oscar Niemeyer foi um dos arquitetos mais importantes da história brasileira. 

Museu da Arte Contemporânea de Niterói (/reprodução)
Catedral Metropolitana em Brasília (Foto: Théo Baltor/Flickr)

3. FRANK LLOYD WRIGHT

Pioneiro da arquitetura orgânica, Frank Lloyd Wright foi um importante arquiteto que influencia a profissão fortemente até hoje. Assim, foi reconhecido em 1991 pelo Instituto Americano de Arquitetos (AIA) como o “melhor arquiteto americano de todos os tempos”.

Frank Lloyd Wright e Bruno Zevi em Veneza, 1951 (Foto: ivtoran/Flickr)

Usa-se suas obras e projetos como referência até a atualidade, sendo aproveitados, inclusive, para estudos. Wright também foi líder do movimento Prairie School (estilo arquitetônico).

“Cedo na vida tive que escolher entre a arrogância honesta e a humildade hipócrita. Escolhi a primeira e não vejo motivos para mudar.”

– Frank Lloyd Wright

Fallinwater House (Foto: joannapoe/Flickr)
Taliesin West (Foto: godutchbaby/Flickr)

4. ZAHA HADID

(Foto: Steve Double 01/Flickr)

A rainha das curvas arquitetônicas, Zaha Hadid, recebeu esse título por seus projetos usarem de curvaturas e outros elementos estruturalmente artísticos que, de acordo com ela, eram inspirados na natureza.

Em primeiro lugar, Zaha nasceu em Bagdá (Iraque) e formou em Arquitetura pela Architectural Association School of Architecture’s (Londres). Foi, então, pioneira com seus projetos e recebeu o prêmio Pritzker (maior prêmio internacional em arquitetura) em 2004, aos 54 anos. A primeira mulher a receber o prêmio, inclusive.

“Hoje em dia vemos, o tempo todo, (cada vez) mais arquitetas estabelecidas. Mas isto não significa que seja fácil. Às vezes os desafios são imensos. Houve uma mudança tremenda nos últimos anos e vamos continuar com este progresso.”

– Zaha Hadid

Premiaram várias de suas obras pela inovação e estilo próprio. Inclusive, até hoje, os arquitetos de seu escritório de arquitetura recebe diversos prêmios na área.

The One Thousand Museum – Miami, Florida (Foto: Rob Olivera/Flickr)
Centro Heydar Aliyev (Foto: travelling_slonik/Flickr)

5. LINA BO BARDI

A arquiteta italiana naturalizada brasileira após se casar com o jornalista Pietro Maria Bardi e mudar-se para o Brasil em 1946, Lina Bo Bardi inovou primordialmente na arquitetura moderna. Prévia à sua vinda ao Brasil, junto ao também arquiteto Bruno Zevi, fundou “A cultura della vita”, uma revista italiana de arquitetura em meados da década de 1940.

Lina Bo Bardi, 1991 (Foto: bianca.maggio/Flickr)

Conhecida por ser uma grande pensadora, Lina habituou-se a passar boa parte de seu tempo refletindo antes de desenhar algum projeto. Acredita-se que sua intenção era buscar formas de associar moderno ao popular, explorando, então, a arquitetura como uma arte acessível. Assim, suas obras referenciam desde a cultura, até sentimentos melancólicos e atos políticos. Lina, por fim, habituou-se a incrementar antropologia à arquitetura, de forma a destacar que a experiência vivida por causa da obra era parte da arte.

“A finalidade da casa é a de proporcionar uma vida conveniente e confortável, e seria um erro valorizar demais um resultado exclusivamente decorativo.”
– Lina Bo Bardi

SESC Pompeia (Foto: Thomas Locke Hobbs/Flickr)

Um detalhe sobre a importância de Lina para a arquitetura brasileira, é o fato de inovar em terras nacionais com uma das primeiras construções no estilo moderno: A Casa de Vidro construída no início da década de 1950.

Casa de Vidro (Foto: Thiago Esperandio)

Caminhos abertos

E aí, conhecia o trabalho de algum dos arquitetos citados na nossa lista? Quem você acha que está faltando? A Unicesumar acredita que você pode estar nessa lista um dia! Quer saber como? Então conheça o curso híbrido de Arquitetura e Urbanismo da Unicesumar.

A princípio, os cursos da modalidade EAD com a metodologia híbrida integram o método convencional presencial. Ou seja, em sala de aula e com a interação de um tutor facilitador, e com o aprendizado on-line, que utiliza as tecnologias digitais para possibilitar o acesso ao conhecimento com o controle do tempo e ritmo por parte do estudante, mantendo o foco na personalização do aprendizado.

Com professores mestres e doutores, metodologia exclusiva, material didático online e físico gratuito, além de plataforma digital qualificada para ensino, a Unicesumar ainda conta com NOTA MÁXIMA pelo Ministério da Educação (MEC), sendo a melhor EAD do Brasil. São mais de 180 cursos de pós-graduação e graduação, assim, a Unicesumar tem reconhecimento internacional e polos em todos os estados do Brasil.

Quer saber mais? Converse com um de nossos especialistas em carreira!