fbpx
logo_unicesumar_horizontal_original
Pesquisar
Close this search box.

Resultados da sua pesquisa:

Conheça grandes arquitetos pioneiros

Antes de mais nada, é indispensável reconhecer o valor da arte para a sociedade. A Arquitetura, então, é uma vertente artística que pode ilustrar cidades e paisagens. Os arquitetos por trás de cada projeto têm uma grande carga de estudos e técnicas desenvolvidas ao longo dos anos, mas podemos destacar alguns que ajudaram a definir o caminho da arquitetura como uma profissão tão reconhecida e estimada. Separamos uma lista com os 5 arquitetos mais influentes do mundo. 1. LE CORBUSIER Mais conhecido como Le Corbusier, pseudônimo assim adotado na França (Paris) em 1916, Charles-Edouard Jeanneret-Gris foi um grande arquiteto sueco que marcou o cenário da arquitetura moderna no século XX. O arquiteto, todavia, também era pintor e escultor, e seus feitos foram primordiais para o modernismo. Sobretudo, sua obra “Villa Savoye”, inclusive, é usada como símbolo para os cinco pontos da arquitetura moderna criados por Le Corbusier. “Você utiliza pedra, madeira e concreto, e com esses materiais constrói casas e palácios. Isso é construção. A engenhosidade está em ação.” – Le Corbusier Le Corbusier propôs a inovação no mercado usando concreto armado. Além disso, suas obras popularizaram-se pela praticidade, funcionalidade e conforto. O artista também se envolveu politicamente ao ser contratado para, por exemplo, planejamento urbano e afins. 2. OSCAR NIEMEYER Renomado arquiteto brasileiro com reconhecimento internacional, Oscar Niemeyer foi uma personalidade no mundo arquitetônico que transcendeu eras e afirmou, enfim, sua relevância ao longo das décadas. O carioca engenheiro e arquiteto chegou a trabalhar com Le Corbusier em 1936, mas apenas como estagiário (durante a construção do Edifício Capanema). Apenas 20 anos depois, em 1956, Niemeyer foi convidado pelo então presidente, Juscelino Kubitschek, a planejar Brasília. “O mais importante não é a arquitetura, mas a vida, os amigos e este mundo injusto que devemos modificar.” – Oscar Niemeyer Pioneiro na questão da forma livre na arquitetura, de acordo com especialistas, Oscar Niemeyer foi um dos arquitetos mais importantes da história brasileira.  3. FRANK LLOYD WRIGHT Pioneiro da arquitetura orgânica, Frank Lloyd Wright foi um importante arquiteto que influencia a profissão fortemente até hoje. Assim, foi reconhecido em 1991 pelo Instituto Americano de Arquitetos (AIA) como o “melhor arquiteto americano de todos os tempos”. Usa-se suas obras e projetos como referência até a atualidade, sendo aproveitados, inclusive, para estudos. Wright também foi líder do movimento Prairie School (estilo arquitetônico). “Cedo na vida tive que escolher entre a arrogância honesta e a humildade hipócrita. Escolhi a primeira e não vejo motivos para mudar.” – Frank Lloyd Wright 4. ZAHA HADID A rainha das curvas arquitetônicas, Zaha Hadid, recebeu esse título por seus projetos usarem de curvaturas e outros elementos estruturalmente artísticos que, de acordo com ela, eram inspirados na natureza. Em primeiro lugar, Zaha nasceu em Bagdá (Iraque) e formou em Arquitetura pela Architectural Association School of Architecture’s (Londres). Foi, então, pioneira com seus projetos e recebeu o prêmio Pritzker (maior prêmio internacional em arquitetura) em 2004, aos 54 anos. A primeira mulher a receber o prêmio, inclusive. “Hoje em dia vemos, o tempo todo, (cada vez) mais arquitetas estabelecidas. Mas isto não significa que seja fácil. Às vezes os desafios são imensos. Houve uma mudança tremenda nos últimos anos e vamos continuar com este progresso.” – Zaha Hadid Premiaram várias de suas obras pela inovação e estilo próprio. Inclusive, até hoje, os arquitetos de seu escritório de arquitetura recebe diversos prêmios na área. 5. LINA BO BARDI A arquiteta italiana naturalizada brasileira após se casar com o jornalista Pietro Maria Bardi e mudar-se para o Brasil em 1946, Lina Bo Bardi inovou primordialmente na arquitetura moderna. Prévia à sua vinda ao Brasil, junto ao também arquiteto Bruno Zevi, fundou “A cultura della vita”, uma revista italiana de arquitetura em meados da década de 1940. Conhecida por ser uma grande pensadora, Lina habituou-se a passar boa parte de seu tempo refletindo antes de desenhar algum projeto. Acredita-se que sua intenção era buscar formas de associar moderno ao popular, explorando, então, a arquitetura como uma arte acessível. Assim, suas obras referenciam desde a cultura, até sentimentos melancólicos e atos políticos. Lina, por fim, habituou-se a incrementar antropologia à arquitetura, de forma a destacar que a experiência vivida por causa da obra era parte da arte. “A finalidade da casa é a de proporcionar uma vida conveniente e confortável, e seria um erro valorizar demais um resultado exclusivamente decorativo.”– Lina Bo Bardi Um detalhe sobre a importância de Lina para a arquitetura brasileira, é o fato de inovar em terras nacionais com uma das primeiras construções no estilo moderno: A Casa de Vidro construída no início da década de 1950. Caminhos abertos E aí, conhecia o trabalho de algum dos arquitetos citados na nossa lista? Quem você acha que está faltando? A Unicesumar acredita que você pode estar nessa lista um dia! Quer saber como? Então conheça o curso híbrido de Arquitetura e Urbanismo da Unicesumar. A princípio, os cursos da modalidade EAD com a metodologia híbrida integram o método convencional presencial. Ou seja, em sala de aula e com a interação de um tutor facilitador, e com o aprendizado on-line, que utiliza as tecnologias digitais para possibilitar o acesso ao conhecimento com o controle do tempo e ritmo por parte do estudante, mantendo o foco na personalização do aprendizado. Com professores mestres e doutores, metodologia exclusiva, material didático online e físico gratuito, além de plataforma digital qualificada para ensino, a Unicesumar ainda conta com NOTA MÁXIMA pelo Ministério da Educação (MEC), sendo a melhor EAD do Brasil. São mais de 180 cursos de pós-graduação e graduação, assim, a Unicesumar tem reconhecimento internacional e polos em todos os estados do Brasil. Quer saber mais? Converse com um de nossos especialistas em carreira!

Ler mais »

Tudo sobre Pós-Graduação

Pós-Graduação é todo processo acadêmico logo após a graduação. A princípio, é possível dividir a pós em dois conceitos: Stricto Sensu e Lato Sensu. E ambas vertentes podem ser cursadas tanto em formato EAD e híbrido, quanto presencial. STRICTO E LATO Lato Sensu traduz-se diretamente do latim para “sentido amplo”. Em outras palavras, pode ser tanto a especialização quanto o MBA (Master in Business Administration). Stricto Sensu já se refere aos estudos mais específicos como Mestrado, Doutorado e Pós-Doutorado. Nesse caso, a tradução do latim pode ser “sentido estrito” ou “sentido restrito”. Então, sim, por incrível que pareça (e diferente do que muitas pessoas acreditam), mestrado e doutorado são pós-graduações. E, o que muitos se referem como “pós-graduação”, na realidade é a especialização. AS DIFERENÇAS ENTRE ESPECIALIZAÇÃO OU MBA O Lato Sensu é a modalidade de pós-graduação que engloba especialização e MBA, isso já ficou claro. Mas é muito importante, na hora de escolher o que cursar, saber a diferença entre os dois termos. Master in Business Administration ou MBA, traduz-se para “Mestre em Administração de Empresas”. Assim, é a modalidade de estudo responsável pela especialização em áreas relacionadas ao meio empresarial. Seja marketing, contabilidade, administração ou áreas afins que servem como ferramentas para consolidar uma carreira no mundo corporativo. Já a especialização, é um estudo obrigatório em algumas carreiras (na medicina, por exemplo). E serve para contemplar o aluno com o título de especialista em algo dentro da área estudada na graduação. CARGA HORÁRIA LATO SENSU De acordo com o Ministério da Educação, os cursos duram, no mínimo, 360 horas para consagrar-se como Lato Sensu. Além disso, é muito importante que a aprovação e credenciamento pela União, conforme o disposto no § 1º do art. 80 da Lei 9.394, de 1996. Assim, a dica aqui é ficar atento nas QUALIFICAÇÕES da instituição de ensino. A carga horária pode ser dividida entre aulas, estudos individuais e em grupo, e horário obrigatoriamente reservado para elaboração de monografia ou trabalho de conclusão de curso. Lembrando que, mesmo para as modalidades EAD, é obrigatório a defesa do TCC ou monografia presencialmente, além de serem necessárias provas presenciais. PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU Mestrado, Doutorado e Pós-Doutorado, modalidades de formação que direcionam os estudos para uma área mais específica de conhecimento. Ou seja, para formar pesquisadores e professores. O Mestrado tem como objetivo formar pesquisadores ou professores universitários. Assim, é necessário realizar um pré-projeto de pesquisa, além de fazer algumas entrevistas para ingressar. Depois de formado, o aluno recebe o título de mestre. O Doutorado é a continuação do Mestrado. De certa forma, indica-se para quem almeja trabalhar com pesquisa. Nessa modalidade de ensino, é necessário apresentar e desenvolver uma tese inédita que também requer representar um avanço intelectual para a área estudada. Assim, as faculdades realizam uma análise de currículo, aprovação do projeto de pesquisa e uma entrevista para o candidato ser aprovado. Pós-Doutorado é uma expansão do Doutorado. Uma maneira de atualizar a pesquisa realizada no Doutorado e explorar novos caminhos do artigo científico. DURAÇÃO DO STRICTO SENSU Com 360 horas mínimas, o Mestrado requer, no máximo, 24 meses para conclusão. Já no Doutorado, são 720 horas de aula. O Pós-Doutorado funciona de maneira diferente. Por se tratar de uma pesquisa praticamente autoguiada, o tempo pode variar de alguns meses a até 10 anos. A carga horária, entretanto, também pode ser definida pela instituição. O QUE EU PRECISO PARA INICIAR MINHA PÓS-GRADUAÇÃO? Em primeiro lugar, é importante saber se a pós-graduação é uma boa ideia para você. Em seguida, qual instituição é a mais indicada. E, por fim, estabelecer um plano de carreira. Você sabia que a Unicesumar tem mais de 100 opções de pós-graduação? A Unicesumar conta, primordialmente, com professores mestres e doutores, metodologia exclusiva, material didático online e físico gratuito, além de plataforma digital qualificada para ensino. Inclusive, somos NOTA MÁXIMA pelo Ministério da Educação (MEC), sendo a melhor EAD do Brasil. São mais de 180 cursos de pós-graduação e graduação, assim, a Unicesumar tem reconhecimento internacional e polos em todos os estados do Brasil. Quer saber mais? Converse com um de nossos especialistas em carreira!

Ler mais »

Você sabe o que é plágio acadêmico?

Você conhece o termo plágio? De acordo com o Oxford Languages, “apresentação feita por alguém, como de sua própria autoria, de trabalho, obra intelectual etc. produzido por outrem”. Em outras palavras, é o ato de copiar uma obra ou trabalho assumindo a autoria de forma ilegal. Na vida acadêmica, além de ser uma ocorrência injusta com o autor do texto ou obra original, ainda é um fator primordial para impedir seu crescimento profissional: você não cresce, não aprende e ainda comete um crime. Tipos de plágio Existem diferentes maneiras de se plagiar algo. Por isso, é importante trazer a atenção para três  modalidades: Conceitual: trata-se de usar a ideia principal. Ou seja, utilizar a essência da obra de outro autor, apoiando-se em elementos pouco distintos do original. Integral: Neste caso, o trabalho é selecionar alguns trechos para completar um material inexistente. Traduzindo, é copiar o conteúdo direto sem citar a fonte. Parcial: Aqui, apenas parte da obra é copiada, seja uma frase, parágrafos ou textos sem citar os autores. Lembra-se da colcha de retalhos que sua avó fazia, costurando diversos tecidos? É quase a mesma coisa. Mas vale lembrar que, mesmo com diferentes tipos de plágio, qualquer um deles é errado e todos são considerados cópias. O plágio prejudica tanto quem produz o conteúdo quanto quem copia, afinal, quem plagiou, não se desenvolve intelectualmente, já que não está absorvendo conhecimento. É importante notar que pessoas que apenas reproduzem não são bem vistas no mercado de trabalho. Isso acontece por causa da falta da produção eficiente de qualquer material que tenha estudado academicamente justamente por não ter sido capaz de produzir os trabalhos avaliados em primeiro lugar. O que devo fazer para evitar? Em primeiro lugar, lembre-se que plagiar é crime de acordo com o Código Penal Brasileiro e a Lei dos Direitos Autorais. Então, além de te prejudicar profissionalmente, você ainda está infringindo a lei podendo responder pelos seus atos. Existem alguns métodos que te ajudam a produzir um conteúdo original, sem precisar recorrer ao plágio: Faça anotações com suas próprias palavras dos principais trechos. Dessa forma, fica mais difícil de produzir um texto com os mesmos termos que foi publicado; Construa seus próprios argumentos baseando no que você leu. E não se esqueça de anotar todas as ideias que tem para amarrá-las no seu texto no futuro. Não use palavras como se fossem suas. Caso queira ter um embasamento, só não esqueça de utilizar citações, diretas ou indiretas e não se esqueça de dar os créditos corretamente do autor. Viu como é simples desenvolver um texto com base nos seus estudos? Projeto Plágio Não Rola Os alunos da Unicesumar já estão cientes dos malefícios de fazer plágio, já que contam com o projeto Plágio Não Rola. Na plataforma há vídeos, comunicações e até mesmo atividades para ajudar nossos alunos a evitarem o plágio. Aqueles que atingem 60%  da nota ainda recebem um certificado de oito horas complementares.  Se você já é aluno da Unicesumar, basta acessar o projeto no Studeo. Mas, se ainda não se matriculou, venha para a melhor instituição de ensino a distância do Brasil e tenha esta e outras vantagens durante sua graduação.

Ler mais »

Fiz o ENEM, e agora?

Em primeiro lugar, depois de concluir as provas do Exame Nacional do Ensino Médio, o que os estudantes devem fazer para garantir um futuro promissor? Fiz a prova do ENEM, e agora? Essa é uma dúvida muito recorrente entre os jovens que realizam a prova do Exame Nacional do Ensino Médio, uma das grandes portas de entrada para as universidades. Entretanto, muitos estudantes não sabem o que é necessário para concorrer a vagas nas universidades. Ou pior, muitos deles não sabem nem qual curso, por exemplo, mais combina com sua personalidade. Dessa maneira, preparamos um conteúdo para ajudar esses estudantes a se encontrarem e terem uma ideia sobre o que fazer depois da prova. Então já separe o bloco de notas para anotar todas as dicas. Saiba o que você quer fazer Essa é uma das missões mais difíceis de realizar, principalmente na hora de escolher qual curso fazer. Assim, a partir daí fica mais fácil escolher a melhor universidade na qual deseja estudar. Difícil escolher qual curso fazer? Não se preocupe, existem diversos sites que dão dicas para descobrir as graduações que deseja cursar. Pesquise sobre quais são as reais possibilidades É fundamental entender tudo aquilo que é possível fazer com a nota do ENEM. O mais comum é usar a prova para entrar em universidades públicas, através do Sistema de Seleção Unificada, o Sisu. Este é o programa do Governo que usa a nota do ENEM para ingressar nessas instituições, entretanto, não é a única. Há também o Programa Universidade para todos, ou Prouni. Diferentemente do Sisu, este programa é destinado para estudantes que desejam ingressar nas universidades particulares. O sistema é basicamente o mesmo. As melhores notas conseguem a bolsa, a diferença é que o número de vagas é diferente para cada curso e instituição. Além disso, a porcentagem de bolsas também varia, tanto da disponibilidade das instituições de ensino, quanto para as condições do estudante. O ENEM também é necessário para quem deseja usar o Fies, financiamento estudantil no qual o estudante realiza um acordo com um banco (Banco do Brasil ou Caixa Econômica Federal) que paga a graduação e o aluno só vai quitar o valor com juros menores depois de formado. Vale lembrar que, assim como o Prouni, o Fies também é oferecido por porcentagem. Extra: E se eu não tiver feito a prova do ENEM? Existem também alguns estudantes que não fizeram a prova do ENEM, mas desejam estudar. Não é necessário se preocuparem, pois as instituições particulares ainda fazem seus vestibulares. O interessante das faculdades, centros universitários e universidades que contam com esse processo de seleção é que elas realizam as provas durante todo ano. Ou seja, há seleção de novos alunos sempre e os estudantes podem entrar quando se sentirem mais seguros. E, mesmo se tratando de instituições particulares, muitas delas oferecem bolsas de estudos consideráveis que ajudam (e muito) aqueles que realmente desejam estudar. Um bom exemplo é a Unicesumar. Tanto, que neste início de ano a instituição está oferecendo bolsas de até 50% para os estudantes da região do centro-oeste de Minas Gerais. Conheça a Unicesumar Com professores mestres e doutores, metodologia exclusiva, material didático online e físico gratuito, além de plataforma digital qualificada para ensino, a Unicesumar ainda conta com NOTA MÁXIMA pelo Ministério da Educação (MEC), sendo a melhor EAD do Brasil. São mais de 180 cursos de pós-graduação e graduação, assim, a Unicesumar tem reconhecimento internacional e polos em todos os estados do Brasil. Quer saber mais? Converse com um de nossos especialistas em carreira!

Ler mais »

8 dicas para conseguir um emprego

Orientações podem fazer a diferença frente à grande concorrência por um emprego no país Como se diferenciar na hora de procurar emprego e ter mais visibilidade diante da enorme concorrência por uma vaga no Brasil? Essa é a dúvida de milhares de brasileiros que estão à procura de recolocação ou mesmo querendo mudar de emprego. Confira, então, oito dicas para conseguir um emprego. Dicas para conseguir um emprego: Em primeiro lugar, dados divulgados no fim de janeiro pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) apontam que a taxa de desemprego no Brasil foi de 14,1% no trimestre de setembro a novembro de 2020. E, assim, atingiu 14 milhões de pessoas, a mais alta desde o início da série histórica da pesquisa, em 2012. Assim, para contribuir com esses profissionais que estão buscando uma recolocação, o professor e coordenador do curso de Recursos Humanos da Unicesumar, Luciano Santana Pereira, listou oito reflexões campeãs sobre o processo: 1) Nunca pare de aprender Independentemente de onde estiver, se mantenha atento sobre qual será o próximo curso, pós ou graduação. Conhecimento é a palavra-chave para se destacar. 2) Networking O mercado de trabalho está em constante transformação e as necessidades das empresas podem mudar com o tempo. Por isso, mantenha o networking ativo. Se informe junto à sua rede de contatos quais as principais demandas do momento, tendências e desafios. 3) Defina valores Avalie a conexão da cultura individual com a da empresa (sintonia, mesmos valores e propósitos). Se escolher trabalhar em uma companhia cujos valores não correspondem aos seus, então há grandes chances de você não se realizar profissionalmente. 4) Saiba seu valor A princípio, identifique e transforme o seu potencial em uma oportunidade de negócio. E, então, mostre para a empresa o quanto você pode agregar aos serviços prestados por ela. Para isso, lembre-se de destacar, durante a entrevista, cases que ajudou a construir e seus respectivos resultados. 5) Analise as suas principais competências Em que você é bom? Finanças? Ou lidar com pessoas? Qual mais? Outro ponto a perguntar é: essa virtude ajuda a resolver quais tipos de problemas e conflitos dentro da empresa? Por exemplo: resolver uma questão em termos de venda e conversão da empresa. A quem essa competência que você tem pode interessar? Explore isso durante a entrevista. 6) Tenha uma estratégia Não adianta panfletar currículo, ok? É necessário agir de forma estratégica. Por isso, direcione sua busca, use as redes sociais e, mais uma vez, networking é fundamental. Dessa maneira, também vale se questionar: em quais ferramentas eu encontro essas empresas que gostaria de trabalhar? Indicação? Anúncio de vagas? Departamento de RH? Conhecidos? 7) Esteja preparado Se prepare para as entrevistas: treine, busque informações. Então, não haja no improviso. A preparação inclui vestir-se adequadamente e usar palavras positivas. Também, evite falar mal dos empregos anteriores. E, sobretudo, conheça a empresa antes da entrevista, isso mostra que você é curioso e antenado. Dica acesse nosso e-book especial sobre esse assunto. 8) Paciência! Por fim, não desanime e tenha paciência. Lembre-se, assim, que o seu tempo é diferente do tempo da empresa. Demanda-se tempo para contratar e, por isso, nem sempre a resposta é rápida.

Ler mais »

É possível conseguir um emprego sem experiência?

Entrar no mercado de trabalho não é uma tarefa fácil, principalmente para as pessoas que não têm experiência. É comum entre os jovens que estão em busca da primeira oportunidade se depararem com essa dificuldade, afinal, a maioria das empresas demandam experiência. Mesmo assim, é possível conseguir emprego sem experiência?  Entretanto, estes jovens que saem do ensino médio e entraram na graduação nunca trabalharam. Aí surge a dúvida, como ter experiência de trabalho sendo que não há oportunidades? Por conta desta situação é muito comum vermos jovens que não sabem o que fazer para enriquecer o currículo, conseguir um emprego e até mesmo decidir qual curso fazer na faculdade. Este é o seu caso?  Então não se preocupe, preparamos um conteúdo interessante que vai te ajudar a montar um currículo mais atrativo que vai te ajudar a encontrar um emprego e ainda descobrir qual é a melhor faculdade para o seu perfil. Leia até o final e saiba tudo que precisa. É possível conseguir um emprego sem experiência? Claro que sim! De fato, pode parecer difícil encontrar algo interessante, mas isso é absolutamente possível. O primeiro passo é procurar empresas e instituições que trabalham com a capacitação e treinamento de pessoas para que elas consigam entrar no mercado de trabalho. Grande parte delas são voltadas para que os jovens realizem trabalhos voluntários ou até mesmo serviços autônomos. Conheça melhor alguns deles. Treinando pessoas para entrar no mercado de trabalho Esta é uma modalidade muito comum em locais como museus, bibliotecas e até em estágios, além de startups. Um ponto importante de ressaltar é que estes treinamentos nem sempre são remunerados, no entanto, estes trabalhos são excelentes para conquistar experiência, fundamental para colocar no currículo. Filantropia Esta opção é semelhante à anterior, no entanto, tem como foco principal ajudar alguma instituição ou pessoas. Estas ações são extremamente bem vistas pelas empresas, portanto, são ótimas para constar no currículo. Serviços autônomos Trabalhar de forma autônoma nada mais é do que prestar serviços para você mesmo. Isso significa que não tem ligação com empresa alguma. Esta é uma excelente escolha para quem já sabe em qual área deseja atuar. Quer um exemplo? Pensa em cursar pedagogia? Tente dar algumas aulas de reforço escolar para as crianças, além de ter uma noção de como é o trabalho de um professor, é possível ter certeza de que é o que realmente deseja, além de ganhar um dinheiro extra. E como a faculdade pode ajudar a conseguir emprego sem experiência? Não tem jeito, ter uma graduação é fundamental para conseguir um bom emprego, mesmo sem ter experiência. Entretanto, se acredita que isso ocorre apenas porque escolheu uma área de atuação específica, saiba que não é bem assim. As instituições de ensino costumam oferecer diversas outras formas para que seus alunos ingressem no primeiro emprego.  A forma mais conhecida deste ingresso no mercado de trabalho é o estágio supervisionado obrigatório, presente na grade de diversas graduações, principalmente as da área da saúde. Geralmente as faculdades contam com núcleos de práticas, que atuam de acordo com sua área de atuação, além de clínicas escolas. Há também aquelas que firmam convênios com órgãos públicos e empresas. Muito mais que a experiência para colocar no currículo, um estágio trás vivência de mercado, ou seja, o estudante consegue ter contato direto com o que está por vir no seu futuro. O que você sabe sobre a Unicesumar? Existem também os cursos de extensão e pesquisa, nada mais são do que campos para aprofundamento na produção científica, facilitando para quem deseja ter uma carreira mais acadêmica. E claro, não podemos esquecer dos cursos livres, que são oferecidos pelas instituições e são excelentes para desenvolver habilidades, melhorando suas competências. Quando o aluno escolhe uma faculdade séria, que realmente está preocupada com o futuro dos estudantes, ela investe pesado para garantir seu sucesso profissional. Na Unicesumar, por exemplo, oferece um grande diferencial, se trata da orientação profissional especializada, além de oferecer um portal exclusivo com vagas de estágios e até empregos. Como ter um currículo que se destaca? Agora você já entendeu que é possível ser contratado mesmo não tendo experiência, agora é o momento de se preparar com um currículo profissional. Afinal, ele precisa ser atrativo, para você se destacar no meio de tantos profissionais. 8 dicas para conseguir um emprego Veja as dicas que preparamos para quem busca emprego sem experiência Deixe sua formação acadêmica destacada: além de colocar a graduação que começou e não se esqueça de acrescentar os cursos livres, projetos e atividades acadêmicas. Coloque também as atividades fora da faculdade. Estágios, freelas, trabalhos voluntários e autônomos entram aqui.  Não se esqueça dos eventos profissionais e acadêmicos que participou: treinamentos, feiras profissionais, congressos e conferências, tudo isso é relevante. Tem domínio de alguma língua estrangeira? Então não deixe de colocar no seu currículo, coloque detalhes sobre seu nível de conhecimento: mas atenção, coloque essa informação se for realmente intermediário ou fluente em outras línguas, mentir no currículo não é uma boa opção. Faça um portfólio e envie além do currículo: desta forma fica mais fácil deixar clara suas habilidades e características, facilitando até o trabalho do recrutador. Ter um portfólio é algo fundamental para profissionais da comunicação e das artes.   Estudantes da EAD Unicesumar terão acesso gratuito ao Promob Está vendo como a falta de experiência não é empecilho para entrar no mercado de trabalho? Principalmente quando se tem um currículo bem feito e que valoriza suas qualidades e utilizando todas as oportunidades que a faculdade oferece. Quer ter acesso a mais dicas sobre como conseguir emprego sem experiência? Não deixe de acompanhar nosso blog que vamos colocar temas que vão ajudar você a ter ainda mais sucesso na carreira.

Ler mais »